//
Leia...
Cinema, Literatura, Livros

Vale a pena ou não? – Jogos Vorazes

Finalmente, depois de tantos comentários, trailers e afins, o filme Jogos Vorazes(Hunger Games), adaptação de Gary Ross da famosa série de livros da escritora estadunidense Suzanne Collins, estreia hoje nos cinemas do Brasil. Muitos fãs devem estar indo a loucura nesse momento, contando os minutos para entrarem na sala e verem se realmente o longa é tão bom quanto o livro.

Bem, por incrível que pareça – messsmo, porque adoro livros infanto-juvenis e, principalmente, que envolvam aventura e romance – ainda não li um. Mas, assim como muitos, já ouvi falar demais sobre a obra, a estória e o quanto é envolvente, como ela aborda temas que vão além dos ingredientes básicos para uma boa série, enfim… Mas é óbvio que por trás de toda essa propagação do filme, há um grande interesse comercial a fim de que o longa seja tão rentável quanto Crepúsculo e, principalmente, Harry Potter. O que resulta em muitas comparações entre as obras – e o que, particularmente, acho uma imensa perca de tempo, afinal nenhuma estória tem ligação com a outra. Nem de longe são parecidas. – De qualquer modo, até que encontrem alguma adaptação que supere a obra de J.K Rolling, esse esforço permanecerá.

Mesmo sabendo disso tudo, estou me sentindo completamente tentada a ler todos os livros, ver o filme e fazer um Deguste enorme sobre a série. Mas, somente depois que a poeira começar a baixar. Por enquanto, se você também é daqueles que ainda não conhece a estória, mas e está muito curioso para saber por que tanto se fala em Jogos Vorazes, leia a sinopse e também os comentários que alguns sites tem divulgado dos livros/filme:

Tumblr_m15g5nacqs1r0m8boo1_500_large

Sinopse: Katniss escuta os tiros de canhão enquanto raspa o sangue do garoto do distrito 9. Na abertura dos Jogos Vorazes, a organização não recolhe os corpos dos combatentes caídos e dá tiros de canhão até o final. Cada tiro, um morto. Onze tiros no primeiro dia. Treze jovens restaram, entre eles, Katniss. Para quem os tiros de canhão serão no dia seguinte?…

Após o fim da América do Norte, uma nova nação chamada Panem surge. Formada por doze distritos, é comandada com mão de ferro pela Capital. Uma das formas com que demonstram seu poder sobre o resto do carente país é com Jogos Vorazes, uma competição anual transmitida ao vivo pela televisão, em que um garoto e uma garota de doze a dezoito anos de cada distrito são selecionados e obrigados a lutar até a morte!

Para evitar que sua irmã seja a mais nova vítima do programa, Katniss se oferece para participar em seu lugar. Vinda do empobrecido distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Peeta, um garoto que ajudou sua família no passado, também foi selecionado. Caso vença, terá fama e fortuna. Se perder, morre. Mas para ganhar a competição, será preciso muito mais do que habilidade. Até onde Katniss estará disposta a ir para ser vitoriosa nos Jogos Vorazes?

(Veja o trailer aqui)

Comentários:

Lorran FeitalSubtítulo:

“A parte dos jogos é simplesmente fantástica. Suzanne Collins cria reviravoltas de tirar o fôlego e cenas de doer na nossa carne. O modo como são conduzidos os Jogos Vorazes faz pensar até que ponto seríamos capaz de seguir em busca de diversão.”

“Jogos Vorazes não deve ser ignorado. Passei muito tempo pensando se tinha gostado ou não, justamente pelas inquietações que ele causa. Demorei uns dois dias para qualificá-lo no Skoob. É um livro de fato intrigante e que te tirará umas boas horas de sono pensando a respeito dele.”

Roberto Guerra, Cineclick:

“Jogos Vorazes tem uma história convincente, algo a dizer e boas performances. O sempre eficiente Stanley Tucci está impagável no papel de uma espécie de Pedro Bial (sem os arroubos poéticos) do reality show. Diferente de outras adaptações de romances adolescentes de sucesso, a equipe  criativa de Jogos Vorazes produziu algo que funciona de fato como um filme, não apenas como adaptação de um livro. Não existe a necessidade de uma leitura obrigatória como passaporte para “entrar” no longa.”

Meia Palavra:

“O maior trunfo da obra de Collins não é a violência, e sim o fato de finalmente termos uma história “young adult” realista, sem nenhum elemento sobrenatural como vampiros e anjos. Uma história nada impossível de se tornar real. E mais: ela vai além do enredo, cheia de críticas políticas e sociais nas entrelinhas. Mostra a realidade nua e crua, sem fantasia nenhuma. Infelizmente, o triângulo amoroso desvia a atenção de muitos leitores. É chato ver que há tantos se interessando praticamente só em quem ficará com quem, esquecendo-se de que isso é o menos importante de tudo.”

Luiz Carlos Merten, Estadão
:

“Quero dizer que achei ‘Jogos Vorazes’ bem interessante. O filme é bem feito – muito mais bem feito do que qualquer episódio de ‘Crepúsculo’ –, mas sua força vem de Jennifer Lawrence como a heroína Katniss Everdeen, que consegue ser ética e solidária neste mundo futuro em que jovens dos 12 distritos que compõem Panem são selecionados como ‘tributos’ num reality show que também é uma disputa mortal, da qual surgirá só um vencedor.”

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Instagram

Houve um erro ao recuperar imagens do Instagram. Uma tentativa será refeita em poucos minutos.

Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: