//
Leia...
Literatura, Livros

“Não julgue o livro pela capa”

Confesso que quando fui sorteada para apresentar um seminário sobre o livro A Ilha do admirável Fernando Morais, não gostei nem um pouco. A não ser pela pouca quantidade de páginas (apenas 232), não conseguia enxergar qualquer outro atrativo naquela obra. Não me senti instigada a ler algo sobre Cuba em pleno clima de Guerra Fria. Detesto guerra, detesto desgraça e muito menos sofrimento de gente inocente.

A desinformada aqui achava que a leitura seria super enfadonha e que não aguentaria chegar à página 50. Que tola! O livro é excelente! Nas apenas 232 páginas, Fernando Morais traduz perfeitamente a realidade de Cuba dos anos 70. Ele aborda com detalhes cada aspecto do país (escola, cultura, mulher, política, eleições, imprensa etc) como se tivesse morado a vida inteira por lá. Ele passou apenas três meses.

versão de 1976, Fernando Morais e versão de 2001

O trabalho de Fernando Morais foi tão bem elaborado que A Ilha já foi traduzida nos Estados Unidos, Europa e outros países da América Latina. Aqui no Brasil, foi um dos primeiros livros de grande sucesso e tornou-se símbolo da esquerda política dos anos 70.

A cada capítulo da obra, Fernando destina a uma particularidade de Cuba. Ao final, o leitor tem a sensação de ter lido várias reportagens em uma só. Trabalho brilhante. Em 2001, Fernando relançou a obra, acrescentando capítulos sobre a Cuba atual, tomada pelo espírito capitalista.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Instagram

Houve um erro ao recuperar imagens do Instagram. Uma tentativa será refeita em poucos minutos.

Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

%d blogueiros gostam disto: